Aprenda a se motivar! Use listas

Faça listas! Sim. Mantenha com você duas listas: uma delas descreve motivos para levantar da cama e a outra enumera razões para ficar acordado de noite. As listas são mais um motivador e servem para acompanhar suas metas. Se suas respostas não forem tão positivas, é preciso reavaliar suas motivações. Quando você sai da cama com vontade de cumprir tarefas e vai dormir sonhando com novos projetos e ideias, é provável que esteja no caminho certo.

Procrastinar é especialmente complicado porque, ao adiarmos uma tarefa, também nos privamos da satisfação que poderíamos ter ao finalmente completá-la. Isso acaba criando a ideia de que certos trabalhos são indesejáveis e muitas vezes determinamos nossas próprias recompensas para poder continuar até o final: uma visita ao shopping ou uma tarde na piscina, por exemplo.

sucesso

Aplique os três elementos da motivação: autonomia, valor e competência.

Quando nos mantemos próximos de valores e crenças pessoais, também conseguimos manter a motivação elevada. Entender a importância de uma atividade na sua rotina já serve como incentivo para aumentar sua motivação.

E o último fator, competência: aqueles que consideravam talento mais importante do que “trabalho duro” tinham mais chances de desistir de seus objetivos. Acreditar no potencial da persistência e esforço ajudam, portanto, a manter o foco.

Adicionar Comentário